Chove chuva, chove sem parar…

rain2

Pilotagem na chuva é bem específica e totalmente diferente do que pilotar no seco.

Sempre pergunto nas minhas palestras qual é a chuva mais segura para a pilotagem, uma bem forte ou uma bem fraca?

A maioria das pessoas diz que é melhor pilotar na chuva fraca, mas não é!

O que muita gente faz, assim que começa a chover, é acelerar para chegar no seu objetivo. Isso é muito arriscado pois fará com que o motociclista pilote em velocidade mais alta do que de costume e velocidade é um dos maiores fatores que contribuem para os acidentes. Além disso, na maioria das vezes a chuva vem antes de você chegar ao seu destino.

Sobre chuva forte ou fraca: a mais segura é a forte pois, devido ao volume, ela lava o pavimento mais rapidamente eliminando resíduos de óleo, areia, lixo e sujeira que ficam acumulados em cima da sinalização horizontal. Por outro lado, pouca água é o ingrediente que falta para misturar com os resíduos e produzir uma mistura escorregadia.

 

Para a sua segurança, confira algumas dicas:

1 – Um bom equipamento de proteção como uma boa capa , botas e luvas é primordial. Um pouco de água, mais cedo ou mais tarde, vai entrar porém muito menos e garantir o seu conforto e bem estar ajuda muito, já que não vai atrapalhar na sua concentração e toda a atenção é destinada a pilotagem.

Excelentes produtos podem ser encontrados tanto em lojas físicas como também em lojas online, tal como o Mercado Livre, que oferece uma variedade de opções e preços para todos os gostos.

capa_de_chuva_pb_bicolor3          Kit-Motoqueiro-Capa-Proteo-Chuva-Luva-Galocha-20151109142400

2 – Em relação a moto, os pneus devem estar em bom estado para otimizar a tração no pavimento molhado e evitar as aquaplanagens. Os freios idem pois serão menos efetivos molhados e imagine se estiverem gastos.

3 – O grupo óptico também é muito importante para tornar a moto mais visível e ter farol iluminando e luz do stop funcionando faz uma grande diferença.

images (1)

4 – A distância necessária para a moto atingir a inércia ou seja, a parada total, será triplicada com o pavimento molhado então velocidade reduzida é lei.

5 – Acionar os freios de vez em quando é muito bom porém não totalmente. É importante secar lonas e pastilhas para quando for realmente necessário o uso, os mesmos serem mais efetivos.

rainrider

6 – Quando parar a moto acione a luz do stop para chamar atenção dos motoristas que se aproximam por trás.

7 – Evite trafegar próximo a caminhões, ônibus e carros velhos pois esses veículos costumam vazar óleo e essa mistura “chuva e água” é fatal para nós.

8 – Nunca transitem por cima das sinalizações horizontais, pois a tinta usada tem na sua composição borracha e plástico para poder expandir no calor, encolher no frio e não quebrar. Essas sinalizações secas são perigosas e molhadas são explosivas.

9 – Com a força das chuvas, tampas de bueiros podem ser arrancadas transformando-se em verdadeiras armadilhas para nós motociclistas. Além disso, essas tampas e outras superfícies metálicas são lisas como sabão bem como atalhos em postos de gasolina portanto, evitem essas situações.

1481783671-196633129          moto-cristo-buraco

10 – Uma última nota. Muitas luvas propagam ser 100% impermeáveis  e as mesmas são caras. A que é 100% custa muito pouco e funciona mesmo pois já usei várias vezes. São aquelas usadas para lavar roupas, basta comprar um número maior e usar por cima da luva de pilotagem.

Cada moto uma vida e a sua é importante para mim.

www.bozoka.com.br/blog

 

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *